Folha da Paróquia

Publicado por Paróquia | segunda-feira, 7 de Agosto de 2017

PORTAL DA BAJOUCA

BAJOUCA 06/AGOSTO/2017

ANO 2 Nº 37 tf: 244684347 email pdavide@sapo.pt tm 961641627

Transfiguração do Senhor

A festa da Transfiguração do Senhor, celebrada no Oriente desde o século V, celebra-se no Ocidente desde 1457. Situada antes do anúncio da Paixão e da Morte, a Transfiguração prepara os Apóstolos para a compreensão desse mistério. Quase com o mesmo objetivo, a Igreja celebra esta festa quarenta dias antes da Exaltação da Cruz, a 14 de Setembro.

 A Transfiguração, manifestação da vida divina, que está em Jesus, é uma antecipação do esplendor, que encherá a noite da Páscoa. Os Apóstolos, quando virem Jesus na sua condição de Servo, não poderão esquecer a sua condição divina. (Dehon.) 

SEMANA de 7 a 13 de AGOSTO 

quinta-feira: Missa às 20h30 

+ Guilhermino de Jesus Pedrosa e esposa int. filha Rosa ( Bj. Cima ) 

+ Pelas Almas do Purgatório int. Prazeres ( M. Engenho ) 

+ Manuel Domingues Pedrosa e familiares vivos e falecidos int. Esposa ( A. Formosa )

 + Maria Rosa Duarte pais sogros e cunhados int. Marido e filhas ( Marco )  sexta-feira: S.ta Clara de Assis Missa às 20h00 

-Celebra: Padre Carlos Cabecinhas tema: Desafios da Mensagem de Fátima e futuro da Igreja. 

SÁBADO : Missa às 19h30 

- Celebra: Padre Fernando Cabecinhas tema: Os Jovens e as vocações. 

19º DOMINGO do tempo COMUM BAJOUCA:

Missa às 14h30 e procissão Celebra: Padre Davide ( Pároco ) tema: Vida em Comunidade, na Igreja e no Mundo.

 CARNIDE: Missa às 10h30 

* Cartório: sexta-feira das 17h00 até 18h30

O sentido autêntico das festas cristãs 

*A Eucaristia da festa e a festa da Eucaristia A festa responde a uma necessidade vital do ser humano e tem a sua fonte em Deus. 

Falamos da festa cristã e não apenas de um mero passatempo festivo e que hoje, como é frequente, faz parte do circuito comercial. A festa traz em si mesma a afirmação do valor da vida e da criação, tornando o nosso viver mais humano e mais digno. 

O ponto central de todas as festas cristãs é a celebração da Eucaristia, porque «as festas dos Santos proclamam as grandes obras de Cristo nos seus servos e oferecem aos fiéis os bons exemplos a imitar» (Sacrosanctum Concilium 111). 

A festa do Domingo e as festas cristãs são para dar sentido à vida ou, como dizia Santo Atanásio no séc. IV: «Cristo ressuscitado faz da vida do ser humano uma contínua festa». Festejar é próprio de quem sente que é amado por Deus. Deus ama e chama, no quotidiano, no trabalho e na festa, a participar do Seu Amor.

 * A festa dos Santos 

Mas o dia da festa de Nossa Senhora, do Santo ou da Santa padroeira da Paróquia, Unidade Pastoral, Concelho, Santuário, Confraria ou Irmandade, enquanto manifestação popular traz consigo valores antropológicos e cristãos que têm de ser considerados:O encontro da família, dos vizinhos e dos amigos; A experiência da gratuidade e da leberdade que remete para a transcendência;

A veneração dos Santos;

A celebração solene da Eucaristia;

A procissão como ato público de fé, de peregrinação e de expressão da piedade popular; A esmola com dignidade e discrição sem a ostentação do dinheiro nas fitas das imagens; deve cuidar-se a modéstia e a humildade, bem como a discrição. Na verdade, muitos mordomos e comissões de festas religiosas populares dedicam-se, de alma e coração ao serviço deste espírito genuinamente cristão que envolve as festas das nossas comunidades paroquiais. 

José Manuel Cordeiro,Bispo de Bragança-Miranda

ACANAC 2017: Campo Nacional tem uma «tenda» para Deus

O padre Luís Marinho, assistente do Corpo Nacional de Escutas disse que o espaço de culto, em forma de tenda, responde a uma necessidade sentida há muito tempo, para oferecer "um lugar de encontro com Deus" aos escuteiros. 

"A escolha desta forma arquitetónica, que evoca uma tenda, apareceu muito cedo no processo de reflexão", porque é na tenda que os escuteiros acampam e que "Deus tem o seu lugar de presença no meio do povo", refere o sacerdote. "Todo o imaginário pensado para o nosso ACANAC nasce da nossa fé", acrescenta o padre Luís Marinho. 

O 23.º acampamento nacional de escuteiros reúne mais de 21 mil escuteiros sob o lema 'Abraça o Futuro em defesa da casa comum', inspirando-se na encíclica 'Laudato Si', do Papa Francisco. Margarida Bizarro, uma das participantes no ACANAC, fala num espaço "muito bonito" e "ajuda a pensar", destacando o espaço inspirado na espiritualidade de Taizé. Inês Silva, por sua vez, elogia o local "inspirador", no qual são convidados a rezar pelas pessoas e unir-se "espiritualmente" a todos os que participam no ACANAC;"A oração é um momento bastante importante, de mais espiritualidade, em que estamos mais calmos, com Deus", refere. 

1- O que é, o que é, capelinha vermelha, sem porta nem telha? 2- Estando a Senhora Dona Branca, muito repimpada, veio o Senhor Barbaças, deu-lhe uma bofetada. O que é? coraçãoaparedeeopincel

 
 

Agenda de Eventos

Bajouca na Rede